Na contramão das duas redes sociais, que são diariamente acusadas de consumirem tempo e saúde mental de seus usuários, Ben Grosser, um artista e professor da Universidade de Illinois, criou o Minus, que “imita” o modelo do Facebook com um, porém: ele desencoraja o uso constante.

No Minus, cada usuário recebe um total de 100 postagens para usar durante toda a sua vida, o que os força a pensar sobre como desejam usar cada postagem. Além disso, não há curtidas ou contagens de seguidores. Ao Fast Company, Grosser afirma que “como empresa, o Facebook está obcecado por crescer cada vez mais”, e assim ele decidiu experimentar a construção de uma plataforma na qual o engajamento e o crescimento não são os objetivos.

 

E aí, conta pra gente o que você acha?