Outra tendência que não só se mantém como se aprofundará é o desejo das pessoas em verem conteúdos cada vez menos corporativo e cada vez mais em sintonia com a sua própria realidade e experiências de vida, por meio de histórias empáticas que tragam significado para elas.

 

É preciso encontrar um equilíbrio entre alcançar novos consumidores em canais de maior alcance e fidelizar aqueles já existentes por meio do estabelecimento de relações sólidas e de confiança