As mudanças impulsionadas pela pandemia forçaram as empresas a se movimentarem on-line para atender à demanda do consumidor e, agora, quase dois anos depois, a demanda pelo digital não mostra sinais de declínio. Quer se trate de recursos como comprar diretamente da plataforma social, pagamentos mobile fáceis ou pedidos online com retirada na loja, os consumidores desejam claramente um acesso à tecnologia digital para levar sua experiência de compra a outro nível. Veja quais são as tendências voltadas para o consumidor que impactarão nossa experiência online em 2022?

 

Social commerce

 

Com toda a conversa sobre social commerce nos últimos anos, minha primeira previsão pode parecer óbvia. Mas hoje é a demanda do consumidor que está levando as plataformas a inovar em um ritmo mais rápido do que nunca. Então, vamos apenas colocar isso na mesa: prevejo que em 2022, o social commerce passará de um mero experimento para o mainstream.

 

Live commerce

 

O live commerce deixará outras formas de comércio para trás. As tendências começaram na China, onde o e-commerce nas redes sociais agora corresponde a mais de 13% de todas as vendas online em comparação com apenas 4,3% nos EUA, de acordo com o eMarketer, e está prestes a conquistar a Europa e a América do Norte. O e-commerce, como o conhecemos nos últimos 25 anos, sempre foi uma experiência estática – uma imagem do produto, algum texto e um botão de compra. O live commerce, especialmente em um mundo pós-COVID, traz a experiência da loja para o mundo digital. As experiências de compra de transmissão ao vivo permitem que as marcas se conectem de maneira crua e autêntica com seus públicos. É em tempo real, coloquial e, o melhor de tudo, gera taxas de conversão até 8 vezes mais altas do que o e-commerce regular, de acordo com dados da Go Instore, a varejista de vídeo.