Quer ficar por entro das principais tendências do Markeding Digital para 2022? Vem conferir as principais apostas do escritor @terradorafael

 

1) Metaverso

 

Veremos uma corrida de empresas para conquistarem o pódio de primeira do seu nicho a estarem no Metaverso. Isso gerará um valor agregado para a marca muito importante. Fique atento a empresas como Meta, antigo Facebook, Microsoft e Nvidia.

 

2) Vídeos curtos

 

Um dos grandes desafios dos negócios em 2022 será passar a sua mensagem em vídeos curtos no Reels do Instagram, TikTok e Shorts do Youtube. Aliás, este último é o que mais engaja no quesito de vídeos curtos, já que quatro entre os oito conteúdos mais curtidos nos últimos seis meses foram postados na plataform.

 

3) Espaço para o básico no TikTok

 

É isso mesmo, o app chinês não é mais sobre dancinhas. É a rede social que mais cresce na atualidade, com mais de 1 bilhão de usuários ativos no mundo. E existe um espaço incrível para você falar sobre as questões mais básicas da sua área, já que existe uma carência de conteúdo primário.

 

4) Real time no Instagram

 

No próximo ano, o feed da rede social voltará a ser cronológico. Ou seja, ações reais time ganharão mais engajamento. Em 2021, o tipo de conteúdo com mais engajamento foi aquele no formato carrossel e isso também deve se manter.

 

5) Twitter é o novo queridinho dos adolescentes

 

Várias pesquisas apontam o crescimento de jovens migrando para o Twitter. A rede ainda trará inovações no próximo ano, como compras via tweet e ferramentas de vídeos.

 

6) Experiência por voz

 

O conteúdo de áudio ocupará o primeiro lugar em 2022, segundo pesquisa da Hubspot. Aproximadamente 43% dos profissionais de marketing B2C planejam aumentar o seu investimento em podcasts. Plataformas como Spotify impactam no rankeamento no Google.

 

7) Relacionamento via chatbots

 

Segundo a Forbes, em 2022, 70% de todas as interações entre clientes e empresas deverão envolver em algum nível chatbots.

 

8) Influenciadores virtuais

 

Com o crescimento do Metaverso, cada vez mais veremos influenciadores digitais e marcas terem seus avatares. A apresentadora Sabrina Sato, por exemplo, hoje tem a Satiko, seu personagem virtual.

 

9) Live commerce

Engaje gente engajada. Este deve ser um mantra das marcas em 2022. E, sim, se tiverem temas interessantes as lives continuarão a trazer muito retorno para as empresas. Tenha uma página de inscrição para a live e opte sempre por realizá-la via YouTube.

 

 

 

 

 

 

 

 

10) Google focado em comentários

 

No começo de dezembro, o Google apresentou sua nova atualização: Product Review Update. Esta terá foco total nas reviews de produtos de site. Ou seja, as avaliações que os usuários colocam – espontaneamente – em sites após fazer a sua compra. O foco deve ser na criação de boas experiências para as reviews acontecererem.

 

11) Publicações do Facebook em áudio

 

Em 2022 teremos eleições presidenciais e o Facebook promete lançar um novo formato de conteúdo em áudio no feed. Imagine os debates que veremos neste sentido.

 

12) Anúncios no Telegram

 

O app de mensagens, opção ao WhatsApp, abriu sua plataforma para publicidade. Os anúncios serão exibidos dentro de canais com mais de 1 mil participantes.

 

13) WhatsApp focado em e-commerce

 

O uso do WhatsApp para negócios cresceu 251% em 2021, segundo o Panorama Mobile Time/Opinion. A aposta para o próximo ano são os pagamentos realizados dentro da própria plataforma via WhatsApp Pay. Ações de catálogos de produtos dentro da plataforma devem ganhar recursos.

 

14) O sentido de comunidade

 

A pandemia nos isolou e fez com que buscássemos estar com os nossos de forma virtual. E isso aumentou muito a entrada de pessoas em grupos do Facebook ou mesmo pagassem para estarem perto de pessoas na “mesma vibe”.

 

15) Inbound marketing

 

Entre todas as estratégias para captação de leads, as pesquisas apontam o inbound como a mais eficaz na construção de laços sólidos com o público e geração de vendas no médio prazo. É o famoso dar para receber.

 

16) Anunciar será o básico

 

Segundo estudo da Conversion, 69% das pessoas compraram através de anúncios nas redes. E o investimento em ads no próximo ano deve crescer. Marcas de todos os portes devem entender que mídia social é mídia. E mídia sempre funcionou melhor pagando.

 

17) Escala digital

 

Em 2022 trocaremos a palavra “transformação digital” por “escala digital”. Toda empresa deve ter uma oferta online focada em um público e mídia ativa com foco em escala.

 

18) Marketing de indicação e afiliados

 

O melhor cliente é aquele que já temos e que confia em nosso trabalho. Transforme seus clientes mais engajados em afiliados do seu produto ou serviço. Uma venda por indicação é sempre mais assertiva.

 

19) Uma nova geração de freelas e cultura

 

O trabalho remoto mostrou o quão antigo é pensarmos em contratações apenas de pessoas do nosso redor, da nossa cidade. Contratações de outras regiões e culturas enriquecem os times, pois trazem um novo olhar e isso será uma realidade.

 

 

 

 

 

 

20) E-mail marketing com maior ROI

 

Cada ano tem especialista querendo matar o e-mail marketing. Mas o fato é que ele é entre as ferramentas digitais aquela com maior ROI (retorno sobre o investimento). Não investir nisso é rasgar dinheiro.

 

21) Vídeos no Pinterest

 

A rede social da inspiração está com um engajamento incrível em conteúdo em vídeos. Este tipo de publicação também otimiza muito no Google.

 

22) Marcas com opinião no LinkedIn

 

Recentemente, a rede social liberou os artigos também para marcas e não mais só para pessoas. Veremos em 2022 muitos posicionamentos de empresas a partir deste formato de publicações. O LinkedIn é a rede social com maior alcance orgânico.

 

23) Novos desafios para a LGPD

 

Com a entrada das marcas no Metaverso, teremos novos problemas jurídicos surgindo. Será que nosso avatar poderá usar uma roupa de uma marca no mundo virtual sem o pagamento de direitos? Esta e outras questões virão à tona.

 

24) Planejamento, tráfego pago e copy

 

Estas serão os três pilares de uma estratégia bem sucedida de marca no digital para 2022. Planejamento para saber o caminho a trilhar. Tráfego pago, ou anúncios, para expandir a minha mensagem. E copy, conteúdo persuasivo, para realmente as ofertas gerarem receita.

 

25) Slow content

 

Por fim, estamos entrando numa era em que o foco do conteúdo deverá ser longo, com qualidade e com patrocínio. Troque um milhão de posts nos stories, por conteúdos que realmente impactarão seus usuários e criarão real engajamento.